Onde anda o nosso dinheiro

Seguindo o pensamento/reflexão do professor Pedro e aproveitando a onda que se espalha pela blogesfera, o site http://www.base.gov.pt/.

Da Câmara de Sines só encontrei dois, e tive que arranjar um método alternativo para o encontrar, porque o motor do busca do site não encontra páginas com o termo “Sines”.

É muito estranho só existirem dois, mas o ainda mais estranho é os ajuste directo que lá existem…


Aluguer de tenda para inauguração do Museu do Castelo de Sines
1.236.500,00 €

e

Aquisição de um tractor
640.515,00 €

Reflexão:
Gastar mais de um milhão de euros para apenas uma tenda e para um dia…

e o segundo caso é ainda mais estranho, o tractor adquirido pela câmara será daqueles com rodas e que geralmente utilizados para a agricultura ou é outra coisa. Um tractor por 640 mil euros, deve ter jantes de
liga leve, estofos em pele…

fora de brincadeira… mas que raio de tractor é este que foi vendido por uma empresa de informatica (CPC Informática Sistemas), foi ao site deste empresa e lá também não encontro explicação do que é um tractor…

Alguém sabe que tractor é este?

Partilhe:


Artigos Relacionados:

Categorias: Sem categoria
Tag: , ,
  1. Fundamental e o Acessório diz:

    Agradeço a atençaõ e espero retribuir ao republicar o post do Rei Artur no meu blog ( pelo menos parte da sua investigação) se me der licença claro está

  2. Rei-artur diz:

    Claro que dou autorização 🙂

  3. Assunção diz:

    O nosso dinheiro não anda seguramente pela Escola nº1 da nossa cidade.
    Uma avó contou-me que às crianças
    é solicitado um rolo de papel higiénico e um rolo de cozinha e até umas luvinhas para apanhar o lixo que se acumula.
    Será possível????
    Também avó

  4. Rei-artur diz:

    No meu tempo na escola primária (na quinta dos passarinhos) à vinte anos atrás, já era solicitado um rolo de papel higiénico parece que já se tornou uma tradição cultural 🙂