Maldição dos ministros

Na Wikipédia, os wikipedistas antes de serem administradores, são sempre grande editores e muito participativos, mas depois de serem eleitos administradores, tudo muda, passam grande parte do tempo em trabalho burocrático reduzindo o essencial da Wikipédia, a criação de conhecimento, a isto costumamos chamar a Maldição dos Administradores.

E o mesmo acontece com os ministros de Portugal, antes e depois de serem ministro são grande político, com grandes ideias, só que quando estão lá, nunca fazem nada…

Um exemplo é caso de António Guterres que deixou o país num pântano e agora é o Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados; e Durão Barroso deixo o país em tanga e a agora é Presidente da Comissão Europeia.

São dois exemplos mas existem inúmeros, porque será que estes senhores são bons no estrangeiro e em Portugal não?

No mesmo seguimento, acontece com esta lista com dezenas de Instituto Público que deviam ser extintos, criada por Marques Mendes, quando este senhor esteve no governo não fez nada.

Ao ler esta lista é dá ver a quantidade de institutos com as mesmas competência, a verdade é que estas instituição não são para ser o país mas sim os boys dos partidos, não só do PS como indica Marques Mendes, mas também muitos do PSD lá estão ou estiveram. Mas contudo é de louvar esta lista, que devia ser ainda mais alargada e ser seguida pelo governo.

Partilhe:


Artigos Relacionados:

Categorias: Wikipédia
Tag: , , ,