Centenário desta República

Hoje comemora-se centenário da implantação da República, passado 100 anos, Portugal está igual, em decadência, falida e povo descreste com os políticos.

Para quem quer conhecer mais sobre a Implantação da República, aconselho a leitura deste excelente artigo que está na Wikipédia.

À pouco, José Sócrates afirmou afirmou que o país atravessa um tempo “duro e exigente” que exige dos políticos “responsabilidade, determinação e lucidez” para defender “o que está em causa, o essencial do nosso modelo de sociedade”.

Eu concordo completamente com o primeiro-ministro, mas o problema é onde estão esses políticos, na politica claramente não estão, nem do partido do governo, nem dos partidos da oposição.

Nós já vivemos em crise à mais de 10 anos, mas cada vez está pior, eu  nunca tive tão descrente do futuro deste país. Antes desta crise tínhamos um IVA a 17% e em janeiro vamos passar para 23%, mas o pior que aumentar do IVA, é nós povo sabermos que este aumento não vai servir para nada, porque este imposto não servirá para melhor as finança do país mas sim para engordar e dar luxos aos políticos e seus boys.

É triste passear pela zona histórica de Sines, moribunda com dezenas de lojas fechadas mas isto não acontece só em Sines, acontece o mesmo a todo o país. A cada semana vemos novas lojas fechadas e as poucas que abrem rapidamente voltam a fechar, são muito poucas as que resistem.

E não só é crise a causa destas falências, mas a principal causa é a incompetência dos nosso políticos, ao mesmo tempo que aumentam drasticamente os impostos às empresas, dão benefícios  a outras. Um caso é a loja dos chineses, só existe uma razão para criação desta lei, que permite ao chineses não pagar impostos durante 5 anos, é pura e dura incompetência dos políticos. Em vez de aumentar impostos porque não acabar com esta lei, as finanças deste país agradeciam. Eu quero frisar que não sou contra os chineses mas sim contra esta isenção.

E os chineses não são parvos, em alguns casos, quando atingem os 5 anos, fecham a empresa e criam outra com outro nome apenas para beneficiar novamente da isenção.

Aqui em Sines, num rua  onde existiam um grande movimento económico, existiam bancos, enumeras lojas, restaurantes/cafés e todo o tipo de negócios. Passado 10/15 anos, a esta mesma rua, a que hoje eu chamo China Street, dezenas de loja estão fechadas onde resistem as lojas dos chineses, os bancos (mesmo estes fecharam dois, devido a fusões ), uma praça de taxis e meia dúzia de outros negócios.

Antes da vinda dos chineses, esta mesma rua tinha algum negócios das chamadas loja dos 300 de portugueses até que vieram os chineses que aproveitaram desta lei e da importação de produtos feito com mão-de-obra “praticamente” escrava criando uma concorrência desleal para os negócios portugueses. Mais que concorrência desleal, ele fizeram foi dumping que é um crise, só que neste país não existe justiça. Eles aproveitando que não pagam impostos, baixaram de tal maneira os preços que conseguiram destruir toda a concorrência, depois ficaram com as lojas (da concorrência) e aumentaram os preços.

Esta isenção de imposto foi um verdadeiro crime económico para o nosso pais.

Eu tenho 27 anos e não tenho problema em dizer que nunca votei nas eleições para 1º ministro-ministro, primeiro era muito novo e não tinha uma consciência política, depois não votei por descrença nos nossos políticos. É triste ver os dirigente do PSD criticaram e pedirem a demissão de José Sócrates, quando foram eles que colocaram José Sócrates como primeiro-ministro, ao escolherem Ferreira Leite, a derrota era certa.

É desesperante ver o actual estado deste pais, ver que José Sócrates a ser eleito não por ser o melhor para aquele lugar, mas sim por ser o mesmo mau. Enquanto em outros países os ricos vão para a política para servir o país, em Portugal os políticos servem-se da política para enriquecer.

Partilhe:


Artigos Relacionados:

Categorias: *, Sines
Tag: , ,