Wikipedia bloqueia página sobre Sócrates

o artigo no Publico:

Licenciatura de José Sócrates gera polémica na Wikipédia

O artigo sobre José Sócrates da Wikipédia, a maior enciclopédia online do Mundo, teve mais de 70 versões diferentes nas últimas duas semanas. As alterações sucessivas ao perfil do primeiro-ministro dispararam após o PÚBLICO ter publicado uma investigação sobre o currículo académico do chefe do Governo, no passado dia 22 de Março.

O motivo principal para tantas versões divergentes tem que ver com o facto de, no entender de alguns editores, o primeiro-ministro dever ser apresentado como “licenciado”, enquanto outros preferem apresentá-lo apenas como “detentor de um diploma de licenciatura”.

A confusão poderia ser ainda maior se os administradores do site não tivessem entretanto decidido ordenar uma protecção excepcional daquela página, invocando a existência de “vandalismos recorrentes”. A opção tomada impede que possam participar na produção daquele artigo utilizadores anónimos.

Esta medida não foi usada nos perfis da Wikipédia de nenhum outro primeiro-ministro português.

De acordo com as estatísticas da enciclopédia on-line, existem perto de 250 mil artigos na Wikipédia portuguesa, sendo que, entre estes, apenas cerca de 450 estão protegidos.

A Wikipédia considera atitudes de “vandalismo” a “criação de artigos sem lógica ou vazios”, a “publicação de informações erradas”, “apagar dados, distorcer dados correctos ou eliminar artigos ou textos válidos”.

Discussão entre editores

A última versão do artigo sobre José Sócrates disponível ontem, ao fim do dia, na parte curricular – a que mais controvérsia tem causado -, recupera a versão de que José Sócrates é “licenciado em Engenharia Civil pela Universidade Independente”, remetendo, todavia, para três notas de rodapé.

A primeira dessas notas salienta que, “segundo o jornal PÚBLICO, há falhas no processo relativo à licenciatura de José Sócrates”; sublinha-se depois que as “dúvidas acumulam-se” com o trabalho publicado na semana seguinte pelo Expresso; e a terceira nota indica que o diploma foi “assinado num domingo”.

É ainda referido que o actual primeiro-ministro “possui um MBA em Gestão de Empresas pelo ISCTE, Lisboa, e o curso de Engenharia Sanitária para engenheiros municipais da Escola Nacional de Saúde Pública”.

No fórum de discussão sobre o perfil de José Sócrates, para além de alguns administradores justificarem os bloqueios com a divulgação de informação “difamatória”, defendeu-se que não se deveria colocar em dúvida a conclusão da licenciatura do primeiro-ministro enquanto não houver provas em contrário.

Em sentido contrário, outros ripostaram que o único dado factual, neste momento, é a posse de um diploma e não o grau de licenciado, reclamando que o primeiro-ministro, perante as notícias da comunicação social, prove que completou o curso de forma regular.

A primeira entrada sobre José Sócrates na Wikipédia portuguesa foi colocada no dia 1 de Dezembro de 2004. Desde então, até ontem, foram feitas mais de 300 alterações.

o artigo publicado na exame informática

Wikipedia bloqueia página sobre Sócrates

«Licenciado» ou «detentor de diploma de licenciatura»? As habilitações de José Sócrates estão a gerar polémica na Wikipedia, que acaba de bloquear a página do governante português.
A “entrada” relativa à biografia do primeiro-ministro português tem sido alvo de várias alterações na enciclopédia on-line, depois de conhecido o caso sobre a conclusão da licenciatura de engenharia civil na Universidade Independente.

De acordo com o Público, o artigo correspondente a José Sócrates teve 70 versões durante as últimas duas semanas.

Apesar da proliferação de versões, não foi possível chegar a um consenso: há quem advogue que o primeiro-ministro é «detentor de diploma de licenciatura» e outros que afirmam que é «licenciado». Esta última versão acabou por vingar, remetendo para notas de rodapé o imbróglio em torno de uma licenciatura obtida numa instituição onde recaem suspeitas de actos ilícitos (Universidade Independente).

Para evitar mais polémicas, os editores da Wikipedia decidiram bloquear a página de José Sócrates, impedindo qualquer alteração. Justificaram esta decisão com o facto de a página ser alvo frequente de actos de “vandalismo” e inserção de “dados incorrectos”.

Actualmente, a versão portuguesa da Wikipedia contém mais de 250 mil artigos. Cerca de 450 estão bloqueados e não podem ser alterados pela comunidade virtual.

e não duas sem três, também saiu no Diário Digital

Partilhe:


Artigos Relacionados:

Categorias: Wikipédia
Tag: