Actua – Creative commons e Opensource

20090630 001

Eu li com bastante interesse uma revista, a Actua, elaborada por jovens para os jovens de Sines.

Gostei bastante da revista, especialmente do seu design bastante bom, fiquei mesmo surpreendido com a qualidade, pela positiva, claro.

Apesar que a achar um boas revista, nas época (crise) de vacas magras, peso que este tipo de “produtos” são um desperdícios de fundos públicos. Só a pequena câmara de Sines tem dois jornais e algumas revistas…

Esta revista apropriava-se mais foi algo online, teriam mais leitores e mais periódica, mas essa é a minha opinião, apesar de tudo eu gostei da revista.

Não foi só o design me atraiu mas também o seu “interior”, onde se destacam dois assunto muito pouco comum no “mundo” do jovens… a Creative Commons e o Opensource.

Creative Commons

20090630 002

Opensource

20090630 003

Nos dois artigo falam superficialmente do assunto, é a melhor maneira  para falar sobre estes assuntos. Quem tiver  interessado procure mais informação na net…

inov@ mas pouco

Já não é a primeira vez que eu falo do gabinete de designers da Câmara Municipal de Sines, são um grande apreciador dos trabalhos criados por eles. Apesar de os conhecer pessoalmente, mas desta vez cometeram um gravíssimo erro, no cartazes da Inov@emprego (é uma feira de emprego).
Podem chamar-me de fundamentalista, mas colocar o símbolo da Micro$oft com imagem oficial de uma feira ficam muito mal.

Eu sei que nós portugueses (geralmente os políticos) temos uma obsessão pela Micro$oft, mas fazer publicidade gratuitamente é demais. Apenas estamos a encher ainda mais os bolsos do Bill, já que falo do enriquecimento do Bill à nossa custa, não nos podemos esquecer dos projectos e-escolas e outros mas isso fica para um futuro post.
Eu não sou fundamentalista do uso de linux, por enquanto ainda não sou, porque reconheço que o linux ainda tem algumas limitações, mas pouco e cada vez menos. Mas nós em Portugal fazemos um uso exagerado de uso de softwares proprietários quando existem excelentes alternativas gratuitas. Aconselho a leitura deste post, sobre o gastos feitos.

Já que falei em linux, já faltam poucos dias para o lançamento da nova versão do ubuntu.

Google Chrome

Já que toda a gente fala nele, eu também vou o fazer. 😛

O que destaca mais no Google Chrome, é a velocidade, é mesmo rápido em relação à concorrência.

A Google não brinca em serviço, quer mesmo fazer concorrência ao internet explorer.

É um browser bastante simples, leve e diferente esteticamente e não estamos a esquecer que ainda estamos a falar de uma versão beta. apesar de ser beta é melhor que versão finais do da M$.

Eu gostei bastante mas por enquanto não vou largar a raposa, não consigo navegar sem algumas extensões, mas para quem navega pouco e nada exigente é uma boa escolha. E parece ser esta a ideia do Google, pelo menos para já, é combater o ie. Para mais tarde ficaram combater com os browser para pessoas mais exigentes como o Firefox e Opera.

Mas com o poder que o Google tem certamente irá começar a parecer inúmeras extensão para personalizar e melhorar o desempenho no nosso browser.

E este browser também tem outra particularidade, ao contrário que aconteceu com os browsers da concorrência ( principalmente FireFox e Opera ), que cresceram e conquistaram marcado porque tinham qualidade. Graças ao poderio da Google as pessoas instalaram e experimentarm sem saber se era bom ou não e o interessante é que a google praticamente não gastou um tostão em publicidade e coloquei meio mundo na espectativa durante 24 horas à espera que fosse colocado o browser online. Eu não quero dizer que o Chrome não tenha qualidade ( até a tem ), mas o que levou as pessoas a instala-lo não foi por qualidade mas sim porque foi feito pela Google.

Um dos maior problema para o browser é ainda não existir um versão oficial do browser para linux (versão não oficial ), isto para mim é imperdoável, mas como eu penso, este navegador destina a não geek. eu não experimente a versão porque não gosto muito do wine, prefiro esperar por uma versão oficial.

O Verão está ai

Como o verão está ai, e também tive uma manhã praticamente livre (já à muito tempo que eu não sabia o que é ter um sábado livre.) decide fazer umas t-shirt. mas claro que as minhas t-shirt tem que reflectir o estado de espírito do seu autor.

Sou um grande aprecidor de t-shirt personalizadas, especial daquelas com um bom sentido de humor. Geralmente as que eu uso são criadas por mim, mas a que eu mais gostei foi uma baseada no wallpaper que tenho no linux.