0

Síndrome de pequenez

Este vídeo, muito bem feito e totalmente realista, apesar da Microsoft ser uma das maiores empresa do mundo, em termos estéticos comporta-se como uma pequena empresa. No meu mundo profissional, isto caracteriza-se como Síndrome de pequenez, ou seja, a maior parte das pequenas empresas tem a mania de colocar tudo e mais coisa nos seu produtos publicitários, ficando cheio e cheio de palavreado, com tanto palavreado que ninguém se dá ao trabalho de ler. Não nada melhor que colocar apenas o logotipo da empresa em grande formato e com uma pequena frase e um contacto, ficando muito mais simples e elegante.
0

Picnik

Já tinha conhecimento desta software/site (ou outro termo qualquer, não sei como designar este tipo de produtos) à algum tempo, mas só hoje tive tempo para a testar. É uma ferramenta bastante interessante, cumpre o seu principal objectivo, ser uma ferramenta para o grande público, bastante intuitivo, não é necessário grande conhecimentos de técnicos. Para trabalhos mais profissionais e elaborados é um pouco limitados, não à nada como o genial Photoshop, ou o Corel ( que já dá para desenrascar)

E como acontece, nestas ferramentas, a versão gratuita é um pouco limitadas nas funções, mas também 25 dólares por ano, e como o cambio está, até não é muito, em comparação com os 800 e tal euros pelo Photoshop e Corel também não foge muito desses valores. Depois as empregas queixa-se da pirataria, e eu pergunto, quem é o ladrão? o tipo que saca os programas da net ou os que vendem esses programas por esse preço!.

E para piorar as coisas estas empresa não criam um ficheiro padrão, ou seja, com um programa mais antigo não conseguimos abrir desenho feito em software mais recentes. Isto é uma boa maneira destas empresa obrigarem o pessoal a ter sempre os software sempre actualizados, e isto significa no mínimo, mais uns 200 euro por ano.

Como acontece na suite Corel, que eu acompanho desde da versão 7 até à 12, este ano não instalei a versão 13 ( podia dar azar, hehehe) , em todas as 6 versões os softwares pouco evoluiram, apenas notei evolução nas versão 9 e 12, de resto pareceu-me tudo igual, até o preço, ou seja, pagamos por uma coisa que é igual à anterior, isto é que é um roubo.

Voltando ao Picnik, está muito bom, cumpre perfeitamente a sua função e também gostei imenso é na interacção entre o Picnik e os Flickr e outros sites. Não é nós podemos trabalhar directamente com imagem que estão neste banco de imagens e também podemos logos salvar as imagens. Aconselho.
1

A experiência da vida

Na Wikipédia, como na vida, a experiência é importantíssima e isto nota-se mais no cargo superiores, principalmente naqueles cargos que vão além da tarefa de simples editor.

Quando somos jovens temos muito actividade com os nossos amigos, e maior parte deles com a mesma idade, passamos semanas após semanas, diariamente com eles mas vamos adquirindo experiência aos poucos. Mas basta estar 5 minutos com os nossos avós, e eles dão-nos conselhos inesgotável para o presente como para a vida inteira, aprendemos mais neste cinco minutos que em meses com os amigos. Muitos dos conselhos, na altura não perceberam só mesmo mais tarde, mas estes conhecimentos só se adquire com a experiência da vida.

…o mesmo acontece com a Wikipédia, os nossos “avós” não tem tanta actividade como os jovens, mas basta estar apenas cinco minutos e fazem mais que longas horas de actividade dos jovens. A diferença é que na vida nós ouvimos, respeitamos e reconhecemos o valor dos nossos avós.

Isto leva-nos à questão da quantidade/qualidade das edições, os jovens como fazem muito edições e estão constantemente na Wikipédia, tem uma maior “publicidade” nas MRs, levando a ganhar eleições.

Mas nós eleitores é que temos que reflectir…
…e separar o trigo do joio.

PS: Eu não estou a falar de mim mas sim do geral da Wikipédia lusófona e em particular nas eleições de importantes cargos.